quarta-feira, 25 de maio de 2016


Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)
O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade é um transtorno neurobiológico que aparece na maioria das vezes na infância e faz com que a criança tenha dificuldade de aprendizado e comportamental, as características principais são: inquietude, impulsividade e desatenção.
O diagnóstico é feito levando em consideração se o paciente tem dificuldades de comportamento e atenção tanto em casa quanto na escola, o grau e a duração da hiperatividade, impulsividade e desatenção são fatores essencial para um diagnostico correto.
Na década de 1970 estudos comprovaram que cerca de 50% dos casos de TDAH persistem na fase adulta, antes acreditava-se que o transtorno era presente apenas na infância. Atualmente o TDAH afeta cerca de 5% a 10% da população mundial (adultos e crianças) e o sexo masculino é o mais afetado.
Quais são os tipos de TDAH e sintomas ?
Existem algumas variações clínicas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, nem todos os sintomas estão presentes em todos os portadores de TDAH, as pessoas diferem em suas manifestações clínicas que podem ser classificados em três tipos:
Predominante hiperativo-impulsivo: mais visível durante o ensino fundamental, as crianças agem sem pensar e são extremamente agitadas com tendência a serem barulhentas. Alguns sintomas típicos:
Bate pés e mãos com frequência, se contorcem em cadeiras
Corre e escala coisas em momento inapropriados
Levanta da cadeira durante as aulas em momento errados
Fala excessivamente
Não consegue esperar sua vez, para brincar por exemplo
É incapaz de brincar em atividades calmas
Interrompe conversas
Predominante desatento: comumente diagnosticado durante o ensino médio o adolescente tem dificuldade de concentração, é muito desorganizado, não consegue entregar projetos por falta de persistência, outros sintomas:
Dificuldade em manter atenção durante qualquer atividade;
Dificuldade em organizar tarefas;
Não escutam quando falam com elas pois não estão atentas;
Esquece e perde objetos com frequência
Combinado: são diagnosticados em crianças mais novas ainda iniciando o período escolar são ao mesmo tempo agitadas, barulhentas, desatentas e esquecidas.
Sintomas comuns dos três tipos de TDAH :
Baixa auto-estima pois com recebem muitas criticas por sua desatenção
Dificuldade me relacionamentos sociais
Baixa motivação
Transtornos de sono
Dificuldade de aprendizado
Baixa aptidão para atividades físicas
Causas do TDAH
O TDAH assim como TDA é um funcionamento diferente do cérebro que recebe um menor fluxo sanguíneo na região do córtex. Sua causa é de origem biológica: fatores genéticos 75%( inúmeros estudos comprovam a existência de casos familiares) ou fatores adquiridos 25%(Ex: Fumo durante a gravidez, bebes prematuros, alguns tratamentos oncológicos e para encefalite e traumatismos encefálicos).
É importante fixar que padrões educacionais tanto por parte dos pais e professores não são causadores de TDAH.
Tratamento do TDAH
O tratamento de TDAH envolve toda a família do paciente, pois o primeiro passo é a conscientização do transtorno e depois a escola deve ser informada. Os pais devem estar cientes que a educação de crianças co TDAH não é uma tarefa das mais fáceis mas eles são essenciais para o sucesso do tratamento que são feitos em dois pilares:
Tratamento psicoeducativo
Tratamento farmacológico
Os objetivos principais do tratamento são: diminuir os sintomas do TDAH, reduzir os riscos de possíveis complicações e criar um suporte de aprendizado para que a criança consiga se desenvolver e aprenda a conviver com suas deficiências.